Aplauso (Applause/ 1929)

Assistido em 11/02/2013


(Obs: para o curso The Language of Hollywood: Storytelling, Sound, and Color; da Wesleyan University, disponível em coursera.org)
Apenas um ano após Anjo das Ruas e Docas de Nova York, Aplauso já é um filme totalmente falado. A história, muito simples, fala de Kitty Darling, uma artista de burlesco que se torna mãe solteira. Quando sua filha está chegando à idade escolar, envia-a para um internato católico. Aos 17 anos, April deixa a escola e após todo esse tempo sem ver a mãe, envergonha-se de sua profissão mas aprende o quão custosa foi sua educação. A carreira de Kitty está decadente e seu marido quer aproveitar a beleza e juventude de April para que ela vá aos palcos também. Basicamente é um melodrama, mas não é uma história ruim. O problema são as limitações técnicas da época. Ainda não existia edição nem mixagem de som, de maneira que as cenas tinham que ser filmadas inteiras, sem cortes, com a câmera seguindo os atores. É visível que o diretor se esforça para fazer o possível, afastando e aproximando a câmera do foco em certos momentos e brincando com as músicas ambientes, mas o resultado final é bastante precário, engessado e visualmente sem atrativos. Toda a beleza plástica de composição de cena do cinema mudo fica pra trás. É muito fácil entender, por resultados como esse, porque os atores de cinema mudo desgastaram tanto dessa passagem para o cinema falado.

Share
Category: Cinema | Tags: , ,