A Turba (The Crowd/ 1928)

Assistido 20/08/2013

A Turba, dirigido por King Vidor, pode não ser ter tantas inovações técnicas como Aurora, mas sua história melodramática funciona muito bem.

Em 4 de julho de 1900 nasce John (James Murray) e seu pai previu que a ele seria destinado coisas grandes. Aos 21 anos migrou para Nova York, para, conforme a narração, se juntar aos sete milhões que achavam que a cidade precisava deles. Esperançoso, arrumou um emprego em um escritório e continuou estudando de noite, falando o tempo todo sobre quando as coisas darão certo para ele. Tornou-se mais um número em uma multidão de trabalhadores anônimos. Um dia, Bert, seu colega de trabalho, o convidou para um encontro com duas garotas que havia conhecido. Sua acompanhante era Mary e nesse dia ambos riram de um homem vestido de palhaço fazendo propaganda na rua. John casou-se com Mary e tinha grandes ambições e planos. As promoções e aumentos nunca vieram, mas os filhos sim. Como uma espécie de “Foi Apenas um Sonho” mudo, ambos vêm todas as suas expectativas se frustrarem ao longo dos anos.

A película é cheia de momentos chaves emocionantes e a atuação dramática do casal de protagonistas os potencializa. Talvez o que menos combine com o tom do filme seja seu final, mas que em nada desmerece o conjunto.

Poster - Crowd, The

Share
Category: Cinema | Tags: , , ,