Indicados e Vencedores Globo de Ouro 2014

golden-globes-logo A Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA) revelou seus indicados aos prêmios de melhores do ano em cinema e televisão. A cerimônia de premiação ocorrerá em 12 de janeiro e terá como apresentadoras Tina Fey e Amy Poehler. As indicações foram lideradas por 12 Anos de Escravidão, seguido de Trapaça e Nebraska. Segue abaixo a lista. ATUALIZAÇÃO: Em negrito, abaixo, os vencedores:

MELHOR FILME – DRAMA

12 Anos de Escravidão

Capitão Phillips

Gravidade

Philomena

Rush – No Limite da Emoção

MELHOR FILME- COMÉDIA OU MUSICAL

Trapaça

Ela

Inside Llewyn Davis

Nebraska

O Lobo de Wall Street

MELHOR ATOR – DRAMA

Chiwetel Ejiofor – 12 Anos de Escravidão

Idris Elba – Mandela: Long Walk to Freedom

Tom Hanks – Capitão Phillips

Matthew McConaughey – Dallas Buyers Club

Robert Redford – Até o Fim

MELHOR ATRIZ – DRAMA

Cate Blanchett – Blue Jasmine

Sandra Bullock – Gravidade

Judy Dench – Philomena

Emma Thompson – Walt nos Bastidores de Mary Poppins

Kate Winslet – Refém da Paixão

MELHOR ATOR – COMÉDIA OU MUSICAL

Christian Bale – Trapaça

Bruce Dern – Nebraska

Leonardo Dicaprio – O Lobo de Wall Street

Oscar Isaac – Inside Llewyn Davis

Joaquin Phoenix – Ela

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA OU MUSICAL

Amy Adams – Trapaça

Julie Delphy – Antes da Meia-Noite

Greta Gerwig – Frances Ha

Julia Louis-Dreyfus – À Procura do Amor

Meryl Streep – Álbum de Família

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Barkhad Abdi – Capitão Phillips

Daniel Bruhl – Rush – No Limite da Emoção

Bradley Cooper – Trapaça

Michael Fassbender –12 Anos de Escravidão

Jared Leto – Dallas Buyers Club

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Sally Hawkins – Blue Jasmine

Jennifer Lawrence – Trapaça

Lupita Nyong’o – 12 Anos de Escravidão

Julia Roberts – Álbum de Família

June Squibb – Nebraska

MELHOR DIRETOR

Alfonso Cuaron – Gravidade

Paul Greengrass – Capitão Phillips

Steve McQueen -12 Anos de Escravidão

Alexander Payne – Nebraska

David O. Russell – Trapaça

MELHOR ROTEIRO

Spike Jonze – Ela

Bob Nelson – Nebraska

Jeff Pope Steve – Philomena

John Ridley – 12 Anos de Escravidão

David O. Russell – Trapaça

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

Azul é a Cor Mais Quente (França)

A Grande Beleza (Itália)

A Caça (Dinamarca)

O Passado (Irã)

Vidas ao Vento (Japão)

MELHOR ANIMAÇÃO

Os Croods

Meu Malvado Favorito 2

Frozen – Uma Aventura Congelante

MELHOR TRILHA SONORA

Até o Fim

Mandela: Long Walk to Freedom

Gravidade

A Menina que Roubava Livros

12 Anos de Escravidão

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

“Atlas” – Jogos Vorazes – Em Chamas

“Let it Go” – Frozen – Uma Aventura Congelante

“Ordinary Love” -Mandela: Long Walk to Freedom

“Please Mr Kennedy” – Inside Llewyn Davis

“Sweeter Than Fiction” – One Chance

MELHOR SÉRIE – DRAMA

Breaking Bad

The Good Wife

House of Cards

Masters of Sex

The Newsroom

MELHOR SÉRIE – COMÉDIA OU MUSICAL

The Big Bang Theory

Brooklyn Nine-Nine

Girls

Modern Family

Parks and Recreation

MELHOR MINISSÉRIE OU TELEFILME 

American Horror Story: Coven

Behind the Candelabra

Dancing on the Edge

Top of the Lake

The White Queen

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE- DRAMA

Tatiana Maslany – Orphan Black

Taylor Schilling – Orange is the New Black

Kerry Washington – Scandal

Robin Wright -House of Cards

Julianna Margulies – The Good Wife

MELHOR ATOR EM SÉRIE- DRAMA 

Liev Schreiber – Ray Donovan

Bryan Cranston – Breaking Bad

Michael Sheen – Masters of Sex

Kevin Spacey – House of Cards

James Spader – The Blacklist

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE- COMÉDIA OU MUSICAL

Zooey Deschanel – New Girl

Julia Louis-Dreyfus – Veep

Lena Dunham – Girls

Edie Falco – Nurse Jackie

Amy Poehler – Parks and Recreation

MELHOR ATOR EM SÉRIE- COMÉDIA OU MUSICAL

Jason Bateman – Arrested Development

Don Cheadle – House of Lies

Michael J. Fox – The Michael J. Fox Show

Andy Samberg – Brooklyn Nine-Nine

Jim Parsons – The Big Bang Theory

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE, MINISSÉRIE OU TELEFILME

Hayden Panettiere – Nashville

Monica Potter – Parenthood

Janet McTeer – The White Queen

Jacqueline Bisset – Dancing on the Edge

Sofia Vergara – Modern Family

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE, MINISSÉRIE OU TELEFILME

Josh Charles – The Good Wife

Rob Lowe -Behind the Candelabra

Aaron Paul – Breaking Bad

Corey Stoll – House of Cards

Jon Voight – Ray Donovan

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU TELEFILME

Helena Bonham Carter – Burton and Taylor

Rebecca Ferguson – The White Queen

Jessica Lange -American Horror Story: Coven

Helen Mirren – Phil Spector

Elisabeth Moss -Top of the Lake

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU TELEFILME

Matt Damon – Behind the Candelabra

Chiwetel Ejiofor – Dancing on the Edge

Idris Elba – Luther

Al Pacino – Phil Spector

Michael Douglas – -Behind the Candelabra

Com isso Trapaça é o grande ganhador da noite, com o prêmio de melhor filme, melhor atriz (Amy Adams)  e melhor atriz coadjuvante (Jennifer Lawrence), todos nas categorias Comédia ou Musical. Nas categorias de Drama os prêmios se dividiram, mas Melhor Filme foi para 12 Anos de Escravidão. Destaque também para o filme feito para televisão Behind the Candelabra, que levou prêmios de melhor Minissérie ou Telefilme  e melhor ator em Minissérie ou Telefilme (Michael Douglas).

Share

Indicações BAFTA 2014

bafta

Saiu a lista de indicados ao BAFTA, prêmio anual da Academia Britânica de Artes do Cinema e Televisão. Gravidade lidera as indicações, seguido de Trapaça e 12 Anos de Escravidão. Os prêmios serão entregues no dia 16 de fevereiro, em cerimônia apresentada por Stephen Fry.

MELHOR FILME

12 Anos de Escravidão
Trapaça
Capitão Phillips
Gravidade
Philomena

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

Adam Stockhausen e Alice Baker – 12 Anos de Escravidão
Judy Becker e Heather Loeffler – Trapaça
Howard Cummings – Behind the Candelabra
Andy Nicholson, Rosie Goodwin e Joanne Woodlard – Gravidade
Catherine Martin e Beverley Dunn – O Grande Gatsby

MELHOR FIGURINO

Michael Wilkinson – Trapaça
Ellen Mirojnick – Behind the Candelabra
Catherine Martin – O Grande Gatsby
Michael O’Connor – The Invisible Woman
Daniel Orlandi – Walt nos Bastidores de Mary Poppins

MELHOR MAQUIAGEM

Evelyne Noraz e Lori McCoy-Bell – Trapaça
Kate Biscoe e Marie Larkin – Behind the Candelabra
Debra Denson, Beverly Jo Pryor e Candace Neal – O Mordomo da Casa Branca
Maurizio Silvi e Kerry Warn – O Grande Gatsby
Peter Swords King, Richard Taylor e Rick Findlater – O Hobbit – A Desolação de Smaug

MELHOR DIRETOR

12 Anos de Escravidão – Steve McQueen
Trapaça – David O. Russell
Capitão Phillips – Paul Greengrass
Gravidade – Alfonso Cuarón
O Lobo de Wall Street – Martin Scorsese

MELHOR ATOR

Bruce Dern – Nebraska
Chiwetel Ejiofor – 12 Anos de Escravidão
Christian Bale – Trapaça
Leonardo DiCaprio – O Lobo de Wall Street
Tom Hanks – Capitão Phillips

MELHOR ATRIZ

Amy Adams – Trapaça
Cate Blanchett – Blue Jasmine
Emma Thompson – Walt nos Bastidores de Mary Poppins
Judi Dench – Philomena
Sandra Bullock – Gravidade

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Barkhad Abdi – Capitão Phillips
Bradley Cooper – Trapaça
Daniel Brühl – Rush – No Limite da Emoção
Matt Damon – Behind the Candelabra
Michael Fassbender – 12 Anos de Escravidão

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Jennifer Lawrence – Trapaça
Julia Roberts – Álbum de Família
Lupita Nyong’o – 12 Anos de Escravidão
Oprah Winfrey – O Mordomo da Casa Branca
Sally Hawkins – Blue Jasmine

MELHOR FILME BRITÂNICO

Gravidade
Mandela – Long Walk to Freedom
Philomena
Rush – No Limite da Emoção
Walt nos Bastidores de Mary Poppins
The Selfish Giant

MELHOR ESTREIA DE UM ROTEIRISTA, DIRETOR OU PRODUTOR BRITÂNICO

Good Vibrations – Colin Carberry (roteirista), Glenn Patterson (roteirista)
Walt nos Bastidores de Mary Poppins – Kelly Marcel (roteirista)
Kelly + Victor – Kieran Evans (diretor/roteirista)
For Those in Peril – Paul Wright (diretor/roteirista), Polly Strokes (produtora)
Shell – Scott Graham (diretor/roteirista)

MELHOR FILME EM LÍNGUA NÃO-INGLESA

O Ato de Matar (Dinamarca)
Azul é a Cor Mais Quente (França)
A Grande Beleza (Itália)
Metro Manila (Filipinas)
O Sonho de Wadjda (Arábia Saudita)

MELHOR ANIMAÇÃO

Meu Malvado Favorito 2
Frozen – Uma Aventura Congelante
Universidade Monstros

MELHOR DOCUMENTÁRIO

O Ato de Matar
The Armstrong Lie
Blackfish
Tim’s Vermeer
We Steal Secrets: The Story of Wikileaks

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Trapaça
Blue Jasmine
Gravidade
Inside Llewyn Davis – Balada de Um Homem Comum
Nebraska

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

12 Anos de Escravidão
Behind the Candelabra
Capitão Phillips
Philomena
O Lobo de Wall Street

MELHOR TRILHA SONORA

Hans Zimmer – 12 Anos de Escravidão
John Williams – A Menina que Roubava Livros
Henry Jackman – Capitão Phillips
Steven Price – Gravidade
Thomas Newman – Walt nos Bastidores de Mary Poppins

MELHOR FOTOGRAFIA

Sean Bobbit – 12 Anos de Escravidão
Barry Ackroyd – Capitão Phillips
Emmanuel Lubezki – Gravidade
Bruno Delbonnel – Inside Llewyn Davis – Balada de Um Homem Comum
Phedon Papamichael – Nebraska

MELHOR EDIÇÃO

Joe Walker – 12 Anos de Escravidão
Christoper Rouse – Capitão Phillips
Alfonso Cuarón e Mark Sanger – Gravidade
Dan Hanley e Mike Hill – Rush – No Limite da Emoção
Thelma Schoonmaker – O Lobo de Wall Street

MELHOR SOM

Richard Hymns, Steve Boeddeker, Brandon Proctor, Micah Bloomberg e Gillian Arthur – All is Lost
Chris Burdon, Mark Taylor, Mike Prestwood Smith, Chris Munro e Oliver Tarney – Capitão Phillips
Glenn Freemantle, Skip Lievsay, Christopher Benstead, Niv Adiri, Chris Munro – Gravidade
Peter F. Kurland, Skip Lievsay e Greg Orloff – Inside Llewyn Davis – Balada de Um Homem Comum
Danny Hambrook, Martin Steyer, Stefan Korte, Markus Stemler e Frank Kruse – Rush – No Limite da Emoção

MELHORES EFEITOS VISUAIS

Tim Webber, Chris Lawrence, David Shirk, Neil Corbould e Nikki Penny – Gravidade
Joe Letteri, Eric Saindon, David Clayton e Eric Reynolds – O Hobbit – A Desolação de Smaug
Bryan Grill, Christopher Townsend, Guy Williams e Dan Sudick – Homem de Ferro 3
Ben Grossmann, Burt Dalton, Patrick Tubach e Roger Guyett – Além da Escuridão – Star Trek

Share

Sai lista de indicados ao prêmio anual do Sindicato dos Figurinistas

home_logo

O Sindicato dos Figurinistas dos Estados Unidos (Costume Designers Guild) anunciou a sua lista de indicados ao seu 16º prêmio anual. Eis a lista completa:

EXCELÊNCIA EM FILME CONTEMPORÂNEO

download

Blue Jasmine – Suzy Benzinger
Ela – Casey Storm
Nebraska – Wendy Chuck
Philomena – Consolata Boyle
A Vida Secreta de Walter Mitty– Sarah Edwards

Foto 03

EXCELÊNCIA EM FILME DE ÉPOCA

12 Anos de Escravidão – Patricia Norris
Trapaça – Michael Wilkinson
Clube de Compras Dallas – Kurt & Bart
O Grande Gatsby – Catherine Martin
Walt nos Bastidores de Mary Poppins – Daniel Orlandi

katniss peeta effie

EXCELÊNCIA EM FILME DE FANTASIA

O Hobbit: A Desolação de Smaug – Ann Maskrey, Richard Taylor, Bob Buck
Jogos Vorazes: Em Chamas – Trish Summerville
Oz: Mágico e Poderoso – Gary Jones, Michael Kutsche

HOUSE OF CARDS

SÉRIES DE TELEVISÃO CONTEMPORÂNEAS NOTÁVEIS 
Breaking Bad – Jennifer Bryan
House of Cards – Tom Broecker
Nashville – Susie DeSanto
Scandal – Lyn Paolo
Saturday Night Live – Tom Broecker, Eric Justian

downton-abbey-christmas-special-season-4

SÉRIES DE TELEVISÃO DE ÉPOCA/ FANTASIA NOTÁVEIS
Boardwalk Empire – John Dunn, Lisa Padovani
The Borgias– Gabriella Pescucci
Downton Abbey – Caroline McCall
Game of Thrones – Michele Clapton
Mad Men – Janie Bryant

behind-the-candelabra03

FILMES PARA TELEVISÃO OU MINI-SÉRIES NOTÁVEIS 

American Horror Story: Coven – Lou Eyrich
Behind the Candelabra – Ellen Mirojnick
Bonnie & Clyde – Marilyn Vance
House of Versace – Claire Nadon
Phil Spector – Debra McGuire

Call-of-Duty-Ghosts-Masked-Warriors-Teaser-Trailer_1

EXCELÊNCIA EM FIGURINO PARA COMERCIAL 
Call of Duty “Ghosts Masked Warriors” – Nancy Steiner
Dos Equis: “Most Interesting Man in the World Feeds a Bear” – Julie Vogel
Fiat “British Invasion” – Donna Zakowska

Os premiados serão revelados em 22 de fevereiro.

Share

Dez postagens mais acessadas de 2013

O ano de 2013 acabou e aqui, no Estante da Sala, ele foi marcado pelo retorno do blog à ativa, em março, após uns quatro anos parado. Aos poucos os acessos foram escalonando e essa lista trará as postagens mais acessadas do ano, para que os que acompanharam desde o começo possam relê-las e os que chegaram depois, conheçam elas.

10º Figurino: A Princesa Prometida

9º Minha Bela Dama (My Fair Lady/ 1964)

8º Figurino: Anna Karenina (2012) – Preto, branco e vinho

7º A Princesinha (A Little Princess/ 1995)

6º Figurino: O Grande Gatsby – cores e ruídos na década de 20 estilizada de Luhrmann

5º A Revolução dos Bichos (Animal Farm/1954)

4º O Grande Gatsby (The Great Gatsby/ 1974 e 2013)

3º Figurino: Django Livre

2º Os Sapatinhos Vermelhos (The Red Shoes/ 1948)

1º Figurino: Além da Escuridão – Star Trek: Brincando com as cores primárias

Com isso pode-se perceber que O Grande Gatsby, Django Livre e Além da Escuridão- Star Trek foram, possivelmente, os filmes com maior apelo popular do ano.

Boa leitura!

Share

Entrevista com Patricia Turazzi Luciano, Cenografista de Minhocas

poster_minhocasNessa sexta-feira, 20 de dezembro, estreia nos cinemas de todo o país o filme Minhocas, dirigido por Paolo Conti e Arthur Nunes. Trata-se do primeiro longa metragem a ser realizado no Brasil utilizando a técnica stop motion, em que cada quadro é a captura precisa de modelos em um determinado momento e a animação se dá pela sequência dessa fotografias. Vinte e quatro fotos geram um segundo de imagem em movimento, portanto, é um trabalho bastante demorado e cuidadoso. O filme conta a aventura da minhoca adolescente Júnior, que tem dificuldade de fazer amigos e conta com dublagem de Cadu Paschoal, Daniel Boaventura, Rita Lee e Anderson Silva.

Tive o prazer de entrevistar Patrícia Turazzi Luciano, que foi uma das responsáveis pela cenografia do filme. Abaixo segue a entrevista gentilmente concedida por Patrícia, que nos relata um pouco de sua experiência com esse esse trabalho.

Estante da Sala Você se formou em Arquitetura e Urbanismo quando?
Patrícia Turazzi Luciano– Cursei Arquitetura e Urbanismo de 2003 a 2007. Minha formatura foi em março de 2008.

EdS- Ao terminar a faculdade, com o que trabalhou? Começou a trabalhar diretamente com animação?
PTL- Fui trabalhar em um escritório de arquitetura.

EdS- Como foi o processo de transição para trabalhar em animação? Você fez cursos? Estágios? Quais?
PTL- Eu sempre fui apaixonada por animação e sempre tive uma quedinha pela beleza da animação stop-motion, quando criança eu queria desenhar os fundos dos desenhos animados. Mas a medida que cresci percebi a dificuldade que seria de isso se realizar. Depois que fui para a faculdade, planejava trabalhar e juntar dinheiro como arquiteta, ai me mudar para São Paulo ou Rio e tentar começar a nova carreira, com cenografia. Você sabe, não existe faculdade de cenografia no Brasil, então você tem que começar entrando em uma empresa e aprendendo tudo que puder.

EdS- Como foi seu primeiro contato com a modelagem? Você modela sem ser para filmes? Que tipo de trabalhos?
PTL- Aqui vou mudar sua pergunta, vou ampliar de modelagem para cenografia. Primeiro acho importante esclarecer o que é cenografia, uma maneira fácil de explicar isso: tire os atores (no caso bonecos) e seus adereços de cena, o que sobra é cenografia. Isso envolve de miniaturas e maquetes até ampliações. Meu primeiro contato com isso foi durante a faculdade, quando estagiei em um escritório de maquetes, a partir daí continuei trabalhando na área, e essa experiência foi um dos motivos de eu ter sido contratada pela empresa Animaking.

EdS- Na faculdade você era a melhor desenhista da turma. Desenhar ajuda nesse processo? Que outras habilidades são úteis?
PTL- Desenhar nessa área é quase tão útil quanto falar, pois todas as idéias são expressas em forma de desenho. Além disso toda habilidade manual é útil, como pintar, modelar, ter noção de escalas, estruturas, materiais.

EdS- Como você chegou na equipe do Minhocas?
PTL- Meu primeiro contato com eles foi através do site no link “trabalhe conosco”! Eu quis trabalhar com cenografia, mas na época procuravam um estagiário para adereços de bonecos. É claro que aceitei! Dois meses depois fui transferida para cenografia, como assistente.

EdS- Como foi o processo de trabalhar no filme? Quanto tempo fosse ficou envolvida com o projeto? Conte um pouco da experiência.
PTL- Fui um misto de entusiasmo, persistência e cansaço mas sempre muito recompensador pela qualidade e superação que conquistávamos cada dia. Comecei a trabalhar no filme em meados de 2008 e trabalhei até o fim das filmagens em junho de 2012.

EdS- O que você faz na parte de cenografia do filme? Qual seu papel e função? Há mais pessoas envolvidas na cenografia ou você trabalha sozinha?
PTL- Em meados de 2009 eu já trabalhava na cenografia como assistente, quando a então cenografista responsável, Nidia Simões, teve de se ausentar do projeto, a partir dai assumi a cenografia. A equipe de cenografia variou bastante durante a produção, muitas pessoas entraram e saíram, mudaram de departamento, acho que teve um média de 4 pessoas trabalhando no setor entre cenografistas, marceneiros, maquetistas e assistentes.

EdS- Como seu trabalho interage com as demais equipes na produção?
PTL- A interação é total. Nada funciona se for feito isoladamente. A concepção dos cenário começa com a produção do storyboard (que é um roteiro contado cena a cena) e das concepções artísticas feitas na pré-produção. A partir daí o diretor e diretor de arte pedem o necessário para que a cena funcione e que alcance a qualidade desejada: tamanho do cenário, partes animáveis, partes removíveis, escala, acabamentos… Muitas vezes precisamos trocar informações com o departamento de bonecos, para ter certeza que na interação com o cenário será satisfatória. Depois de produzido o cenário tem que ser aprovado pelo diretor, no caso do nosso diretor as coisas geralmente dobravam de tamanho depois que ele via. Depois que percebi isso comecei a produzir todos os adereços em dobro.

EdS- A estética do cenário foi definida pelo diretor de arte ou você pode interferir na criação?
PTL- Sim, o diretor de arte define, mas sempre houve uma margem para diálogo com os artistas da produção, uma margem que crescia a medida que ganhávamos experiência.

EdS- O que você sente ao ver se trabalho pronto, estreando em todo o Brasil?
PTL- MUITO REALIZADA!!! Como disse era um desejo de infância, que desde o primeiro contato real com a carreira se provou verdadeiro. Sinto-me orgulhosa e realizada de poder dizer que fiz parte desta equipe.

EdS- Alguma dica para quem quer trabalhar com animação, arte ou cinema?
PTL- No caso do stop-motion, a principal dica é que você precisa ser um apaixonado pela área, uma vez que é uma técnica em que os resultados demoram a sair. Para quem quer começar a dica vem da experiência que tive. Não existe formação acadêmica para stop-motion no Brasil, é algo que você só aprende na prática, portanto valorize qualquer oportunidade que você tenha para entrar nesse meio.

Para conferir esse trabalho meticuloso e fruto de dedicação, confiram Minhocas amanhã no cinema de sua cidade.

Share