Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964)

Assistido 06/10/2013

Acho que eu preciso de ajuda com esse filme. Depois do beleza quase minimalista de Vidas Secas o que vi em Deus e o Diabo na Terra do Sol me pareceu quase desconjuntado. Sei que são proposta diferentes, mas como há apenas um ano de diferença entre cada um, é um pouco difícil não comparar. Dirigido por Glauber Rocha, a fotografia do filme é impecável. As atuações de Geraldo Del Rey como Manuel, Yoná Magalhães como Rosa e principalmente Othon Bastos como Corisco estão fantásticas. Muitas cenas são fortes e memoráveis. No começo, quando o povo reunido pede ajuda de Deus é marcante a cacofonia e o barulho de todos falando ao mesmo tempo, todos querendo ser ouvidos, mas ninguém prestando atenção um ao outro. Ainda assim algo não funcionou para mim. Na segunda metade do filme a trama ganha dimensões bastante exageradas, mas ao mesmo tempo torna-se enfadonha. Não gostar de um clássico nunca é considerado de bom-tom, mas apesar de ter tentado, realmente não consegui. Alguém me explica?

deuseodiabo

Share