Ghost World – Aprendendo a Viver (Ghost World/ 2001)

Assistido em 12/03/2013

Ghost World, baseado no quadrinho homônimo, é um daqueles filmes “do milênio” sobre a o sentimento de inadequação dos adolescentes na sociedade. Enid (Thora Birch) e Rebecca (Scarlett Johansson) se formaram do segundo grau e decidem que não vão para a faculdade. Ao invés disso, morarão juntas e arrumarão empregos, para então decidir o que fazer da vida. Ambas tem uma visão ácida de tudo que as rodeiam, mas é interessante que acabam expressando sua inadequação julgando os demais e deixando claro que consideram todo o resto estúpido. Isso até que Enid conhece o colecionador de discos raros Seymour (Steve Buscemi, muito bem) e ao tornar-se amiga dele, para de julgar o que considerava “derrota”, ao mesmo tempo em que se distancia de Rebecca. É um pouco difícil de criar empatia com as personagens, especialmente por causa do excesso de negatividade, mas de certa forma é fácil de entender as expectativas e medos nesses períodos de mudanças. Acho que no final das contas o filme acabou ficando meio datado, mas ainda com seu charme, coisa daquela minha geração, como os CDs e cassetes no quarto de Enid…

Share

Isabel Wittmann

Catarinense, 33 anos, louca por bichos, feminista. Hoje mora em São Paulo, mas já passou uns anos no Amazonas. Crítica de cinema, doutoranda em Antropologia Social, podcaster e pesquisadora de gênero.