Livro: Toureando o Diabo

[Esse texto não é uma resenha, muito menos uma crítica]

Um dia eu conheci a Clara pessoalmente. Queria comprar seu livro mas estava sem dinheiro. Ela disse que tudo bem, que eu podia levar e pagar depois. Fiquei toda agoniada procurando um wi-fi pra poder transferir no mesmo dia. Não queria fazer feio com tanta confiança. Depois de pagar deixei ele deitadinho na estante por mais de mês, porque estava lendo outras coisas.

Mas numa madrugada acabei ele em uma sentada. Ela escreveu na folha de rosto “Para Isabel, que deve ser uma das Camilas“. Camila é tão diferente de mim. Mas Camila é tão eu. Camila pode ser um alter-ego da escritora nesse texto que escapa em um fluxo de consciência, passando por erros, homens e vivências. Me vi sendo derramada naquelas páginas e me vi tendo saudade de quando escrevia, sofrida e visceral. Camila-Clara-Isabel é imperfeita, mas quem não faz suas cagadas? “Sou de lugar nenhum“.

Category: Livros | Tags: ,