Melhores Livros Lidos em 2018

Essa lista vai beirar o vergonhoso, porque tenho lido cada vez menos livros e cada vez mais artigos e capítulos soltos que não computam como leituras “reais”. Mas vou tentar, seguindo as categorias que uso todo ano.

Ficção

Orlando- Virginia Woolf

O livro conta a história de um jovem nobre inglês nascido no século XVI que um dia acorda como mulher. A história cobre vários séculos e tem um texto recheado de sarcasmo e humor, lidando com várias questões, especialmente de gênero, por meio do fluxo de consciência da personagem principal. Produzi um episódio especial do Feito por Elas que compara o livro com a adaptação para o cinema dirigida por Sally Potter, que é um dos meus programas preferidos até agora.

Não-Ficção

Políticas do Sexo- Gayle Rubin

O livro é composto por dois artigos seminais, “O tráfico de mulheres” e “Pensando o sexo”, que, mesmo décadas depois da sua primeira publicação, continuam provocativos. No mínimo será uma leitura interessante para quem pegar ele nas mãos.

Quadrinhos

Crônicas de Jerusalém- Guy Delisle

Já havia lido as Crônicas Birmanesas (muito bacanas) e Pyongyang (mais ou menos) do mesmo autor. Mas esse se revelou seu melhor quadrinho, em minha opinião. Cartunista e animador, sua esposa trabalha na organização Médicos Sem Fronteiras e por isso ele mora em lugares diferentes do mundo e transforma essa experiência em relatos pessoais. Esse conta o ano em que moraram na região da Palestina ocupada, as dificuldades cotidianas, os estranhamentos e as experiências e aprendizados que o local proporcionou.

Share