Terapia de Risco (Side Effects/ 2013)

Assistido em 31/07/2013

Que dizer? Não, Soderbergh, não! Você já ganhou um Oscar (sem entrar em mérito se foi justo ou não…), como pôde fazer um filme assim?

No início a trama parece interessante: Emily (Rooney Mara) apresenta comportamentos depressivos que se intensificam após seu marido Martin (Channing Tatum) sair da prisão. Após uma tentativa de suicídio, ela é tratada no hospital pelo psiquiatra Jonathan Banks (Jude Law), que se preocupa excessivamente com ela. Aí começam os clichês: Banks passa a deixar esposa e filhos em segundo plano por causa de Emily. Ele pede ajuda a outra psiquiatra que a tratou no passado, a doutora Victoria Siebert (Catherine Zeta-Jones). Siebert usa óculos de aros grossos pretos direto daqueles filmes de comédia romântica em que a protagonista tira os óculos e solta os cabelos e magicamente está bonita. Nesse ponto da trama, Emily já está tomando remédios que estão em fase de estudo e que trazem espantosos efeitos colaterais. E o que começou prendendo a atenção, degringola em reviravolta atrás de reviravolta, como que querendo dizer “peguei você!” para o expectador. Tudo isso para no final nos depararmos com um plano mirabolante por trás de tudo e uma solução ainda mais clichê e pior, preconceituosa. Não, Soderbergh. Não.

SideEffects-exclusive-lg

Share