Vencedores do Oscar 2014 e comentários

The 85th Academy Awards® will air live on Oscar® Sunday, February 24, 2013.

A essa altura o Oscar já é notícia velha, mas vamos lá! Muita gente acha que o prêmio da Academia é irrelevante, mas há que ficar claro que ele jamais foi sobre premiar as melhores obras: trata-se de algo da indústria, para a indústria, visando alimenta-la. Além disso, considero extremamente divertido acompanhar a festa toda, dos tapetes vermelhos aos vencedores . Participando de algum bolão, coisa que faço já há alguns anos, essa parte torna-se mais emocionante (e esse ano acertei 21 das 24 categorias, errando as três de curtas-metragem).

Esse ano 12 Anos de Escravidão recebeu o grande prêmio da noite (Melhor Filme), mas o destaque foi Gravidade, que levou sete estatuetas. Alfonso Cuarón se tornou o primeiro latino-americano a ganhar o prêmio de Melhor Direção. 

Sobre  a apresentação da Ellen DeGeneres, gostaria muito de ter gostado, pois simpatizo com sua figura pública. Infelizmente achei as piadas fracas e pouco inspiradas. Ainda saiu-se melhor que Seth MacFarlane no ano passado, mas isso não era nada difícil já que este foi vergonhoso. Continuo achando que o melhor apresentador dos últimos tempos foi Hugh Jackman. E nenhum deles chegam aos pés de Amy Poehler e Tina Fey no Globo de Ouro. 

Segue abaixo a lista de indicados com os vencedores em negrito

Melhor Filme

12 Anos de Escravidão, de Steve McQueen

Capitão Phillips, de Paul Greengrass

Clube de Compras Dallas, de Jean-Marc Vallee

Ela, de Spike Jonze

Gravidade, de Alfonso Cuarón

O Lobo de Wall Street, de Martin Scorsese

Nebraska, de Alexander Payne

Philomena, de Stephen Frears

Trapaça, de David O. Russell

Meus dois preferidos eram Gravidade e Nebraska, filmes quase opostos em escala. Venceu a necessidade histórica, já que nenhum filme antes retratou a escravidão nos Estados Unidos como 12 Anos de Escravidão. 

Na minha listinha: Gravidade = Nebraska (2013) > O Lobo de Wall Street > Ela >12 Anos de Escravidão = Clube de Compras Dallas (Dallas Buyers Club, 2013) > Capitão Phillips > Trapaça  =Philomena.  Mais ou menos isso. 

 

Melhor Diretor

Alfonso Cuarón, por Gravidade

Alexander Payne, por Nebraska

David O. Russell, por Trapaça

Martin Scorsese, por O Lobo de Wall Street

Steve McQueen, por 12 Anos de Escravidão

 

Melhor Ator

Bruce Dern, por Nebraska

Chiwetel Ejiofor, por 12 Anos de Escravidão

Christian Bale, por Trapaça

Leonardo DiCaprio, por O Lobo de Wall Street

Matthew McConaughey, por Clube de Compras Dallas

Nessa categoria poderiam muito bem ter deixado de fora Christian Bale e colocado Joaquin Phoenix (Ela) no lugar.

 

Melhor Atriz

Amy Adams, por Trapaça

Cate Blanchett, por Blue Jasmine

Judi Dench, por Philomena

Meryl Streep, por Álbum de Família

Sandra Bullock, por Gravidade

 

Melhor Ator Coadjuvante

Barkhad Abdi, por Capitão Phillips

Bradley Cooper, por Trapaça

Jared Leto, por Clube de Compras Dallas

Jonah Hill, por O Lobo de Wall Street

Michael Fassbender, por 12 Anos de Escravidão

 

Melhor Atriz Coadjuvante

Jennifer Lawrence, por Trapaça

Julia Roberts, por Álbum de Família

June Squibb, por Nebraska

Lupita Nyong’o, por 12 Anos de Escravidão

Sally Hawkins, por Blue Jasmine

Poderia tirar Julia Roberts da lista e colocar Amy Adams (Her) no lugar. Por mais fofinha que June Squibb esteja em Nebraska, não havia possibilidade de não premiar a performance de Lupita Nyong’o.

 

Melhor Roteiro Original

Bob Nelson, por Nebraska

Craig Borten e Melisa Wallack, por Clube de Compras Dallas

Eric Warren Singer e David O. Russell, por Trapaça

Spike Jonze, por Ela

Woody Allen, por Blue Jasmine

 

Melhor Roteiro Adaptado

Billy Ray, por Capitão Phillips

Jeff Pope e Steve Coogan, por Philomena

John Ridley, por 12 Anos de Escravidão

Julie Delpy, Ethan Hawke e Richard Linklater, por Antes da Meia-Noite

Terence Winter, por O Lobo de Wall Street

 

Melhor Animação

Os Croods

Ernest & Celestine

Frozen – Uma Aventura Congelante

Meu Malvado Favorito 2

Vidas ao Vento

 

Melhor Filme em Língua Estrangeira

Alabama Monroe, de Felix van Groeningen (Bélgica)

A Imagem que Falta, de Rithy Panh (Camboja)

A Caça, de Thomas Vinterberg (Dinamarca)

A Grande Beleza, de Paolo Sorrentino (Itália)

Omar, de Hany Abu-Assad (Palestina)

 

Melhor Documentário

O Ato de Matar, de Joshua Oppenheimer, Anonymous e Christine Cynn

Cutie and the Boxer, de Zachary Heinzerling

Guerras Sujas, de Rick Rowley

The Square, de Jehane Noujaim

A Um Passo do Estrelato, de Morgan Neville

 

Melhor Fotografia

Bruno Delbonnel, por Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum

Emmanuel Lubezki, por Gravidade

Phedon Papamichael, por Nebraska

Philippe Le Sourd, por O Grande Mestre

Roger Deakins, por Os Suspeitos

 

Melhor Montagem

Alfonso Cuarón e Mark Sanger, por Gravidade

Christopher Rouse, por Capitão Phillips

Jay Cassidy e Crispin Struthers, por Trapaça

Joe Walker, por 12 Anos de Escravidão

John Mac McMurphy e Martin Pensa, por Clube de Compras Dallas

 

Melhor Design de Produção

Adam Stochausen & Alice Baker, por 12 Anos de Escravidão

Andy Nicholson & Rosie Goodwin, por Gravidade

Catherine Martin & Beverly Dunn, por O Grande Gatsby

Judy Becker & Heather Loeffler, por Trapaça

K.K. Barrett & Gene Serdena, por Ela

Eu ficaria com Gravidade, mas a Academia gosta de um filme de época chamativo…

 

Melhor Figurino

Catherine Martin, por O Grande Gatsby

Michael O’Connor, por The Invisible Woman

Michael Wilkinson, por Trapaça

Patricia Norris, por 12 Anos de Escravidão

William Chang Suk Ping, por O Grande Mestre

12 Anos de Escravidão é um trabalho com bem mais sutileza, mas de novo, o brilho se destaca.

 

Melhor Maquiagem e Penteado

O Cavaleiro Solitário

Clube de Compras Dallas

Jackass Apresenta: Vovô Sem Vergonha

 

Melhor Trilha Sonora Original

Alexandre Desplat, por Philomena

Arcade Fire & Owen Pallett, por Ela

John Williams, por A Menina Que Roubava Livros

Steven Price, por Gravidade

Thomas Newman, por Walt nos Bastidores de Mary Poppins

 

Melhor Canção Original

Bruce Broughton e Dennis Spiegel, por “Alone yet not Alone”, de Alone yet not Alone (candidato eliminado)

Karen O e Spike Jonze por “The Moon Song”, de Ela

Kristen Anderson Lopez e Robert Lopez por “Let It Go”, de Frozen – Uma Aventura Congelante

Pharrell Williams por “Happy”, de Meu Malvado Favorito 2

U2 por “Ordinary Love”, de Mandela: Long Walk to Freedom

 

Melhor Efeitos Visuais

O Cavaleiro Solitário

Gravidade

O Hobbit: A Desolação de Smaug

Homem de Ferro 3

Star Trek – Além da Escuridão

 

Melhor Edição de Som

Até o Fim

Capitão Phillips

O Grande Herói

Gravidade

O Hobbit: A Desolação de Smaug

 

Melhor Mixagem de Som

Capitão Phillips

O Grande Herói

Gravidade

O Hobbit: A Desolação de Smaug

Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum

 

Melhor Curta-Metragem

Aquel No Era Yo, de Esteban Crespo

Avant Que De Tout Perdre, de Xavier Legrand

Helium, de Anders Walter

Pitääkö Mun Kaikki Hoitaa?, de Selma Vilhunen

The Voorman Problem, de Mark Gill

 

Melhor Curta-Metragem de Animação

Feral

Get a Horse!

Mr. Hublot

Possessions

Room on the Broom

 

Melhor Curta Documentário

CaveDigger

Facing Fear

Karama Has No Walls

The Lady in Number 6: Music Saved My Life

Prison Terminal: The Last Days of Private Jack Hall

Category: Cinema, Notícias | Tags: