Tag Archives: janelas

Janelas: Nome de Família

Nome de Família (The Namesake, 2006) é dirigido pela cineasta indiana de diáspora Mira Nair. Focado na migração de um casal de indianos para os Estados Unidos, o filme aborda a diferença entre as gerações, os conflitos entre individualidade e tradição e, claro, o sentimento de pertencimento em um local ou comunidade, tudo isso colorido por cores maravilhosas. É o meu 56º filme assistido para o desafio #52FilmsByWomen.

the namesake mira nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The Namesake Mira Nair The.Namesake[2006].Dvdrip.Xvid.AC3[5.1]-RoCK.avi_005609953 The Namesake Mira Nair

 

Share

Janelas: Amor à Flor da Pele

Dirigido por Wong Kar-Wai, Amor à Flor da Pele (Faa yeung nin wa, 2000) é uma sequência impressionante de cenas de grande beleza. Muitas delas são enquadradas através de janelas, portas e outros recortes nos ambientes construídos, como se espiássemos os protagonistas em sua agonia de amor não concretizado. As cores são lindas e o destaque são os vestidos da personagem de Maggie Cheung, que se alteram a cada cena, em uma maravilhosa sucessão de estampas.

in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love dress in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love in.the.mood.for.love.2000.1080p.bluray.x264-cinefile.mkv_003835756 in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love in the mood for love

 

Share
Category: Cinema | Tags: , ,

Janelas: Cléo das 5 às 7

Cléo das 5 às 7 (Cléo de 5 à 7, 1962) é dirigido por Agnès Varda e tem temas como gênero, vaidade, solidão e medo da morte, com influências do feminismo e do existencialismo de então. Os espelhos tem grande papel visual nas cenas, como fica claro nessas imagens. É o filme número 32 do meu desafio #52FilmsByWomen.

Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962.avi_000197763 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962 Cléo de 5 a 7 - Agnes Varda - 1962












Share

Janelas: As Pequenas Margaridas

Ultimamente, quando eu gosto de um filme, quase nunca tenho tempo para escrever sobre ele. Mas muitas vezes eu salvo cenas deles, que funcionam como pequenas janelas para observar aquele mundo diegético e para apreciar a estética escolhida. Por isso decidi começar a compartilhar aqui algumas dessas imagens e chama-las, justamente, de Janelas.

O primeiro filme será As Pequenas Margaridas (Sedmikrásky, 1966), de Vera Chytilová, número 29 que assisti para o desafio #52FilmsByWomen. Trata-se de uma obra parte em preto e branco e parte colorida, mas totalmente provocadora e com grande energia.

Daisies Sedmikrásky 1966 Vera Chytilová Daisies Sedmikrásky 1966 Vera Chytilová Daisies Sedmikrásky 1966 Vera Chytilová Daisies Sedmikrásky 1966 Vera Chytilová Daisies Sedmikrásky 1966 Vera Chytilová Daisies Sedmikrásky 1966 Vera Chytilová Daisies Sedmikrásky 1966 Vera Chytilová Daisies Sedmikrásky 1966 Vera Chytilová Daisies Sedmikrásky 1966 Vera Chytilová Daisies Sedmikrásky 1966 Vera Chytilová

Share