Estante da Sala

As Mulheres que Ele Despiu (Women He’s Undressed, 2015)

As Mulheres que Ele Despiu é o título da autobiografia jamais publicada do premiado figurinista Orry-Kelly. O documentário homônimo dirigido por Gillian  Armstrong descortina sua vida e obra desde o vilarejo natal na Austrália, passando pelo período em que morou em Nova York e trabalhou na Broadway até chegar à consagração na época de ouro de Hollywood. Kelly começou a sua carreira como aspirante a ator e foi dessa forma que se mudou para os Estados Unidos. Usou sua experiência com os bastidores do teatro e o contato profissional com as coristas para se alçar primeiro ao papel de cenógrafo e finalmente

That’s Entertainment! I, II e III (1974, 1976 e 1994)

That’s Entertainment! é um grande e bonito vídeo promocional. A produção da MGM nada mais é que uma compilação impressionante da era de ouro de seus musicais, promovendo o próprio estúdio e seus grandes astros. O primeiro foi lançado nas suas comemorações de 50 anos. Os apresentadores são eles próprios, Fred Astaire, Gene Kelly, Liza Minnelli, Donald O’Connor, Debbie Reynolds, Frank Sinatra, James Stewart, Elizabeth Taylor, Mickey Rooney, entre outros. Chama a atenção não só como o estúdio juntou sob suas asas as maiores estrelas de cada época, mas também a escala das produções. Uma pena que por se tratar de um filme produzido pelo próprio estúdio, as

Interlúdio (Notorious/ 1946)

Assistido em 22/11/2013 Esse romance dirigido por Hitchcock emula elementos de filme noir (temos os jogos de luz e sombra, a mulher sedutora, a desesperança, entre outros) sem jamais se entregar totalmente ao gênero. Alicia (Ingrid Bergman), tem seu pai julgado por colaboração com a Alemanha nazista. Após o julgamento a vemos beber em uma festa, em que uma silhueta em negro a observa. Trata-se de Devlin (Cary Grant), um agente a paisana responsável por convencê-la a ajudar os Estados Unidos. Sua missão: ir ao Rio de Janeiro e seduzir Sebastian (Claude Rains), um amigo de seu pai que costumava ser

Intriga Internacional (North by Northwest/ 1959)

Assistido em 15/09/2013 Clássico dirigido por Hitchcock, Intriga Internacional nos prende à aventura do homem comum que se vê deslocado para dentro de um mundo de mentiras e espionagens. Cary Grant é George O. Thornhill, o homem que é confundido com um espião internacional chamado George Kaplan em plena Guerra Fria. Após um começo frenético em que é levado a uma mansão, pretendem convencê-lo a trabalhar para eles (mas que “eles”?) e após sua recusa, tentam matá-lo de uma forma que pareça morte natural. George sobrevive e resolve fazer parte do jogo, fingindo-se espião para tentar descobrir o que está

Tarde Demais para Esquecer (An Affair to Remember/ 1957)

Assistido em 13/09/2013 “I cheat. It’s an addiction.” A vontade de ver esse filme nasceu ao ouvir o podcast do Cinema em Cena sobre Cinemascope (muito bom, ouçam!). Nesse romance, o galanteador italiano Nickie Ferrante (Cary Grant) casará com uma milionária americana, mas no navio em que viaja para Nova York conhece a cantora Terry McKay (Deborah Kerr), também comprometida. Eles se apaixonam e fazem um acordo: nos próximos seis meses vão organizar suas vidas, terminar os relacionamentos com seus respectivos e encontrar-se no topo do Empire State, caso ainda desejem casar-se um com o outro. (Qualquer semelhança com Harry

Núpcias de Escândalo (The Philadelphia Story/ 1940)

Assistido em 22/08/2013 Núpcias de Escândalo é uma comédia romântica gostosa e  um tanto quanto ousada. Ela começa com a ricaça Tracy (Katharine Hepburn) se separando de C. K. Dexter Haven (Cary Grant). Antes de ir embora de sua casa, ele a empurra ao chão com violência. Depois é explicado que ele havia tornado-se alcoólatra e ela não mais tolerava seus vícios, como não perdoa nenhum tipo de falha. Dois anos depois ela está de casamento marcado com George Kittredge (John Howard). O dono de uma revista de fofoca chamada Spy possui uma história que poderia arruinar o pai de