Estante da Sala

Lawrence da Arábia (Lawrence of Arabia/ 1962)

Assistido em 15/12/2013 Nesse sábado, dia 14 de dezembro, faleceu Peter O’Toole. Em sua homenagem resolvi tomar vergonha na cara e finalmente assisti o Lawrence da Arábia, em que faz o papel título e provavelmente é seu trabalho mais conhecido.  O clássico, com aproximadamente três horas e quarenta minutos de duração, passa voando. Trata-se da história romanceada do tenente britânico T. E. Lawrence, que durante a primeira Guerra Mundial esteve entre os povos árabes (supostamente) para libertá-los dos turcos. No começo do filme sua imagem parece mais idealizada, quase como um messias que angaria seguidores, o homem branco que veio

Interlúdio (Notorious/ 1946)

Assistido em 22/11/2013 Esse romance dirigido por Hitchcock emula elementos de filme noir (temos os jogos de luz e sombra, a mulher sedutora, a desesperança, entre outros) sem jamais se entregar totalmente ao gênero. Alicia (Ingrid Bergman), tem seu pai julgado por colaboração com a Alemanha nazista. Após o julgamento a vemos beber em uma festa, em que uma silhueta em negro a observa. Trata-se de Devlin (Cary Grant), um agente a paisana responsável por convencê-la a ajudar os Estados Unidos. Sua missão: ir ao Rio de Janeiro e seduzir Sebastian (Claude Rains), um amigo de seu pai que costumava ser