Estante da Sala

Dicas Netflix Julho

Mais um mês se encerrando e mais uma listinha de dicas para assistir na Netflix durante o próximo. Se você quiser olhar as listas anteriores para pescar outras sugestões, clique aqui. Todos os filmes já tem o link direto para a sua página. Esse mês não entrou muita coisa boa no catálogo, mas destaco um filme e uma série (para maratonar antes de voltar em novembro): Até o Fim (All is Lost, 2013) Gilmore Girls: Tal Mãe, Tal Filha (Gilmore Girls, 2006) Além desses, algumas outras indicações de gêneros variados: tem animação, documentário, comédia, romance, ação, musical. Amor, Sublime Amor (West Side Story, 1961)

Dicas Netflix Junho

Conforme prometido no listão de dicas da Netflix que postei mês passado, uma vez por mês vou preparar uma lista dessas em menor escala. Toda última sexta feira vou postar de dez a quinze filmes, para que você possa aproveitar o fim de semana e o mês que vem pela frente. A lista já tem os links direto para os filmes, para que você possa conferir a sinopse e avaliação na Netflix. Entre os filmes que entraram no catálogo esse mês, separei esses: Brazil: o Filme (Brazil, 1985) JFK- A Pergunta que Não Quer Calar (JFK, 1991) O Garoto de

Listão de Dicas Netflix

Um amigo me disse que muitas vezes abre a Netflix e fica rodando por um bom tempo sem conseguir encontrar nada de seu interesse e pediu algumas dicas de filmes para assistir. Acho que esse é um problema recorrente entre os usuários do serviço, já que o catálogo é grande e nem tudo aparece para todos os usuários. Por isso resolvi compartilhar aqui no blog a lista que preparei para ele. ela foi feita de maneira rápida, olhando só os filmes que a plataforma recomenda que eu assista novamente e aqueles que eu pesquei pelo meu próprio Letterboxd. Deixei de fora filmes já batidos, como

A Very Murray Christmas (2015)

https://www.youtube.com/watch?v=mJde8HWcnSU A Netflix continua minerando os dados de seus usuários e, de alguma forma, chegou conclusão que as pessoas que se interessam por filmes da Sofia Coppola e Bill Murray (posssivelmente Encontros e Desencontros?) também gostam de especiais de Natal. É isso mesmo? Bom, de qualquer forma o serviço de streaming produziu A Very Murray Christmas, um musical de temática natalina dirigido por Coppola e estrelado por Murray. O ator interpreta uma versão dele mesmo, rabugento e antissocial, que faria um show especial, mas vê sua platéia vazia graças a uma enorme tempestade de neve em Nova York. Isolado no hotel em

Beasts of No Nation (2015)

Beasts of No Nation é um filme que gerou muitos comentários, por ter sido lançado em poucas salas de cinema e diretamente na plataforma de streaming de vídeo Netflix. A Netflix já há alguns anos investe em conteúdo próprio, como as séries House of Cards e Orange is the New Black e o documentário Virunga, que cravou uma indicação ao Oscar neste ano. Esse é o primeiro filme de ficção a ser distribuído como conteúdo original na plataforma. A trama é adaptada do romance de mesmo nome do escritor nigeriano Uzodinma Iweala. O roteiro e a direção ficam por conta de Cary

Dicas de Documentários na Netflix

Esse vai ser uma postagem rápida e atípica, com sugestões de três documentários que estão no catálogo da Netflix. As Hipermulheres (2011) é dirigido pelo antropólogo Carlos Fausto e pelos cineastas Leonardo Sette e Takuma Kuikuro. Kuikuro é um cineasta indígena formado pelo projeto vídeo nas aldeias, de Vincent Carelli. O filme aborda o ritual Jamurikumalu, tradicionalmente performado pelas mulheres do povo Kuikuro, no Alto Xingu, no Brasil. A tradição dita que no período em que ele acontece, ocorre uma inversão de papéis na aldeia, como uma espécie de ritual de rebelião. Assim, as mulheres utilizam adornos e armas masculinos,

The True Cost (2015)

Disponível no catálogo da Netflix, The True Cost, dirigido por Andrew Morgan, é um bom documentário para refletir sobre o peso do nosso consumo. Há algumas décadas, a moda previa quatro coleções por ano: primavera, verão, outono e inverno. Agora, com a ascensão do fast fashion, com grandes redes de varejo, especialmente da Europa e Estados Unidos (C&A, H&M, Forever 21, Zara, Topshop, etc), as lojas recebem coleções novas todas as semanas, com preços baixos, material de qualidade duvidosa e acabamentos questionáveis. Mas o chamariz são os preços. Por que pagamos o mesmo preço por uma calça ou uma regata que pagávamos há 10 anos?