Estante da Sala

Figurino: New Look, Cinema e Mudanças na Sociedade

Texto originalmente publicado na coluna Vestindo o Filme em 04/12/2013. A década de 1950 geralmente é vista como um período de glamour, em que as pessoas se vestiam com extrema elegância. O que essa interpretação esconde é que as sociedades ocidentais nessa época viviam uma série de opressões, que raramente são lembradas pelos saudosistas. Apenas um grupo diminuto de pessoas podiam desfrutar de uma vida plena. A roupa feminina do período é marcada pelo chamado New Look, criado por Christian Dior em 1947. A silhueta, criada em Paris, era caracterizada por cintura marcada e saia volumosa, conotando padrões tradicionais de feminilidade.

A Vida em Preto e Branco (Pleasantville/ 1998)

Assistido em 02/12/2013. Dirigido por Gary Ross, A Vida em Preto e Branco é um filme esteticamente interessante. Os protagonistas são os jovens então em ascensão Tobey Maguire e Reese Witerspoon, que interpretam os irmãos David e Jennifer. David parece deslocado no universo dos demais adolescentes. As primeiras cenas mostram que os todos os professores de sua escola possuem uma visão alarmista a respeito do futuro. Ele não consegue se comunicar com seu interesse amoroso e numa espécie de escapismo, tem como seu principal interesse uma comédia de situação da década de 1950, cuja trama gira em torno de uma

O Grande Gatsby (The Great Gatsby/ 1974 e 2013)

Assistidos em 11 e 12/06/2013 Antes de mais nada devo dizer que não, eu não li o livro homônimo de F. Scott Fitzgerald antes de ver essas adaptações cinematográficas. Ano passado, quando comecei a ver notícias sobre o filme, me propus a ler, mas isso acabou ficando pelo caminho. Logo não comentarei a respeito da qualidade das adaptações entre as mídias, resumindo-me a falar da minha percepção à respeito das obras cinematográficas. O Grande Gatsby de 1974 tem roteiro de Francis Ford Coppola e foi dirigido por Jack Clayton. Já a versão de 2013 foi co-roteirizada e dirigida por Baz