Helvetica (2007)

Esse documentário é produzido pela mesma equipe que realizou o Objectified. Dessa vez o foco é a tipografia e o design gráfico e especificamente o uso da polêmica fonte Helvetica (e a prima-clone Arial). As entrevistas com profissionais de diversos pontos do globo e de idades diferentes (e logo também escolas variadas) levantam questões importantes sobre o que queremos no nosso design e que tipo de mensagem ele deve passar. Através de exemplo simples percebemos como essa fonte está em todo o lugar ao nosso redor e com isso levanta-se a questão da impessoalidade dela. Por outro lado fala-se de como o seu uso tem uma variação regional ou nacional e como ela pode ser expressiva, mesmo usada em larga escala, além de sua importância histórica, para uma mudança no design nos anos 50 e 60. É interessante que os movimentos dentro do design gráfico são muito parecidos com os da arquitetura: primeiro a fase de contestação do início do modernismo, depois ele consolidado e visto como rígido e autoritário, a liberdade e experimentação do pós-modernismo, até o extremo da forma acima da função e do kitsch e aí temos esse momento atual de retomada de certos ideais modernos. É um documentário realmente muito bom para quem tem interesse na área.

Share

Isabel Wittmann

Catarinense, 33 anos, louca por bichos, feminista. Hoje mora em São Paulo, mas já passou uns anos no Amazonas. Crítica de cinema, doutoranda em Antropologia Social, podcaster e pesquisadora de gênero.