The Flat (2011)

Assistido em 25/06/2013

Arnon Goldfinger, o diretor do documentário, é um israelense cuja avó, uma alemã judia migrada para a Palestina, faleceu. Ele e sua família vão organizar e esvaziar o apartamento dela. Em meio a suas papeladas, encontram jornais em alemão que sua mãe traduz, dizendo serem sobre uma viagem de um nazista à Palestina, ainda antes da Segunda Guerra. Querendo entender o motivo de sua avó ter esses jornais guardados, Arnon resolve investigar (e fazer o documentário a respeito). Logo descobre que não só guardava os jornais como inúmeras cartas trocadas entre seu avô, judeu sionista, e o nazista citado e sua esposa. Fotos foram aparecendo. Falando com pesquisadores, desenterrando contatos, viajando à Alemanha para conversar com os filhos do outro casal Arnon se deparou com algo que lhe parecia absurdo: a intensa amizade entre seus avós e o casal de nazistas, de antes da Guerra até bem depois dela. Conforme as pesquisas se aprofundam, surpresas aparecem a respeito de ambas as famílias. Percebe-se que o filme não julga as incoerências políticas: ele preocupa-se mais em desnudar de forma instigante a dificuldade dos filhos em lidar com os segredos de seus pais.

url

Share

Isabel Wittmann

Catarinense, 33 anos, louca por bichos, feminista. Hoje mora em São Paulo, mas já passou uns anos no Amazonas. Crítica de cinema, doutoranda em Antropologia Social, podcaster e pesquisadora de gênero.