Estante da Sala

Terra Fria (North Country, 2005)

[escrito para uma parceria com o Cineclube Belair]

Depois do sucesso internacional alcançado com Encantadora de Baleias (Whale Rider, 2002), a diretora neozelandesa Niki Caro recebeu inúmeras propostas para trabalhar em Hollywood. O roteiro que escolhei para seu primeiro filme em solo estadunidense foi o de Terra Fria, que trata da história ficcionalizada, baseada no caso real do primeiro processo coletivo por assédio sexual nos Estados Unidos, na década de 1980. No filme, Josey Aimes, interpretada por Charlize Theron, toma a decisão de acionar as vias legais contra a mineradora onde trabalha, em virtude dos constantes assédios e maus tratos.

Josey fugiu de casa com os filhos depois de apanhar do marido e volta para a casa dos pais. Ao vê-la com um olho roxo, a primeira coisa que seu pai lhe pergunta é se seu marido a flagrou com outro homem. Como engravidou pela primeira vez ainda adolescente, sentiu o peso do julgamento alheio e sua reputação ficou manchada para os membro da comunidade, incluindo seu próprio progenitor, que se envergonha de sua suposta vida sexual.

Precisando sustentar a si e às crianças, a protagonista recorre a uma vaga bem remunerada aberta na companhia mineradora onde seu pai trabalha e novamente é questionada por ele, que inquere se ela vai se tornar lésbica. Além de errar ao relacionar a performatividade durona das demais funcionárias à orientação sexual, ele não parece se dar conta que muitas adotam essa postura justamente para sobreviver e suportar as durezas do ambiente de trabalho.

São essas durezas que Josey não aceita: uma rotina de assédios, humilhações e agressões psicológicas, que vem se juntar ao ciclo de violência que há anos faz parte de sua vida. Caro retrata as diversas formas de crueldade pela qual a personagem passa de maneira cuidadosa, jamais fetichizando a violência. Esse cuidado se reflete na própria composição de sua trajetória na narrativa. Ela é constituída por uma amálgama de experiências reais das mulheres que trabalharam no local, sem citar nenhum caso em específico, para não fazê-las reviver os horrores de então, mas garantindo que as vivências fossem representadas.

Sem o apoio inicial das colegas, a protagonista move um processo contra a empresa, que não garante as condições mínimas de trabalho para suas trabalhadoras, com um ambiente tóxico infestado de misoginia. O que faltou ao filme foi coragem para levar a sexualidade da personagem como é apresentada até o final. Da forma como o desfecho foi trabalhado, parece ter havido a decisão de redimir sua reputação e comprovar seu comportamento ilibado dentro dos padrões conservadores do local, como uma forma de validar a sua causa, como se a livre expressão de sua sexualidade pudesse conspurcar suas denúncias.

Fazendo uso de uma fotografia fria e cinza, Caro consegue captar a pobreza e a desolação do lugar e ao mesmo tempo criar a atmosfera necessária para entendermos as complexas redes de relações entre os moradores locais e seus flexíveis padrões de moralidade. A atuação de Charlize Theron tem grande força, mas o elenco de apoio também se destaca, com nomes como Frances McDormand, Woody Harrelson, Jeremy Renner, Richard Jenkins, Sissy Spacek, entre outros. O resultado final do conjunto de elementos comandados pela diretora é delicado, pungente. O filme se traduz em uma narrativa acessível, bem realizada e necessária.

Share

13 thoughts on “Terra Fria (North Country, 2005)

  1. Incredible! This blog looks just like my old one! It’s on a totally different topic but it has pretty much the same page layout and design. Superb choice of colors!

  2. Almost all of what you claim happens to be astonishingly precise and it makes me wonder why I hadn’t looked at this in this light previously. Your article truly did turn the light on for me as far as this particular subject goes. Nonetheless at this time there is actually one particular position I am not really too cozy with and whilst I make an effort to reconcile that with the actual core theme of the point, permit me observe exactly what the rest of the subscribers have to point out.Very well done.

  3. Fantastic beat ! I would like to apprentice even as you amend your website, how could i subscribe for a blog site? The account helped me a acceptable deal. I had been tiny bit familiar of this your broadcast provided vivid clear idea

  4. One more important part is that if you are an older person, travel insurance regarding pensioners is something you need to really consider. The more mature you are, the harder at risk you are for making something terrible happen to you while in another country. If you are not covered by a few comprehensive insurance policy, you could have a few serious problems. Thanks for discussing your ideas on this weblog.

  5. Have you ever considered about adding a little bit more than just your articles? I mean, what you say is important and everything. But think of if you added some great photos or videos to give your posts more, “pop”! Your content is excellent but with pics and video clips, this blog could certainly be one of the best in its niche. Awesome blog!

  6. I do love the way you have framed this specific issue plus it really does supply me personally some fodder for consideration. Nonetheless, coming from just what I have experienced, I only trust when other reviews stack on that individuals remain on point and in no way get started on a tirade associated with some other news du jour. Anyway, thank you for this excellent point and while I can not really go along with the idea in totality, I respect your point of view.

  7. Wow, that’s what I was explkring for, what a stuff! present
    here at this website, thanks aemin of his website.

  8. Yet another issue is really that video gaming has become one of the all-time most significant forms of excitement for people of various age groups. Kids enjoy video games, and also adults do, too. Your XBox 360 has become the favorite gaming systems for people who love to have a lot of games available to them, and who like to relax and play live with people all over the world. Many thanks for sharing your thinking.

  9. Thank you for the auspicious writeup. It in fact was a amusement account it. Look advanced to more added agreeable from you! By the way, how could we communicate?

  10. I’m really loving the theme/design of your web site. Do you ever run into any browser compatibility issues? A small number of my blog audience have complained about my site not working correctly in Explorer but looks great in Safari. Do you have any suggestions to help fix this problem?

Leave a Reply

Your email address will not be published.